Sean Gorman: “Uma marca com relevância tem potencial para ser expandida de outras maneiras”

Guilherme MarianoNotícias0 Comments

Presidente da American Greetings Entertainment, empresa que licencia marcas de sucesso como “Ursinhos Carinhosos” e “Moranguinho”, Sean Gorman abriu na tarde desta quarta-feira (16/11) a série de keynotes e debates do Encontro Spcine. Antes de sua apresentação, a empresa paulista anunciou um balanço de suas atividades ao longo dos últimos 22 meses. Acesse o material na íntegra.

Gorman defende que, se uma marca tem relevância culturalmente, ela pode ser expandida de outras maneiras, em diversas plataformas, como um objeto transmídia. Um dos produtos poderosos do catálogo da companhia são os “Ursinhos Carinhosos”. “Vocês podem perceber que ele continua vivo, é perene, as pessoas têm nostalgia com a marca”, afirma. A animação tem 35 anos de vida, e um filme com seus personagens está nos planos da empresa. De acordo com um levantamento da AGE, os “Ursinhos” são amados por 98% das mães norte-americanas.

A companhia vem explorando uma nova linha de produtos voltados para garotos, uma vez que o seu target é majoritariamente formado por meninas, consumidoras de animações como Ursinhos Carinhosos, Moranguinho e Holly Hobbie. “Queríamos trabalhar com algo divertido e que não repetisse algo que já foi feito. A ideia era construir algo. Não precisava ser real, mas ter um pouco de fantasia”. Nesta linha, a empresa tem em seu catálogo a animação TinPo, uma série de inter-programas de 30 segundos cujos personagens vivem em mundo minimalista e trabalham juntos para resolver problemas de formas inesperadas.

Gorman também enxergou como tendência trabalhar com produtos colecionáveis. Uma das apostas de sua empresa é a animação “Madballs”, na qual os protagonistas são bolas verborrágicas que tiram sarro de situações triviais. “O ponto alto é que as crianças podem brincar com as ‘madballs’ e ainda ter um adesivo. Decidimos, então, criar conteúdo para a marca”. De acordo com o executivo, como é difícil lançar o projeto na TV, a empresa vai estrear a animação em dezembro na internet.

O executivo alerta que é necessário gerar vínculo com a marca e, principalmente, ficar atento aos gargalos do setor. “Você precisa criar algo peculiar, algo que está na brecha do mercado. Como ninguém estava focando em conteúdos direcionados aos garotos, nós [da AGE] vimos isso com um foco de mercado”, corrobora.

Quanto ao Youtube, é categórico: “é a plataforma do futuro”. Lembra ainda que, segundo um estudo feito nos EUA sobre as marcas mais importantes para as crianças, o Youtube estava à frente de gigantes como a Apple e o McDonald’s. “Já que é caro fazer uma série de TV, além de levar muito tempo, fazemos nossas experimentações no portal. Vamos fazer isso com “Madballs”, aumentar os views do Youtube para gerar outros negócios”.

Sobre os desafios da administração global do licenciamento e da pirataria, afirma que há países que trabalham com sistemas diferentes. “Temos que analisar cada caso, pois geralmente depende da operação e do tipo de propriedade intelectual que você precisa proteger”.

Sean Gorman é um dos convidados especiais do Encontro Spcine, que ainda conta com a presença de mais de 20 profissionais do setor. O outro keynote será apresentado por Mauricio Mota, presidente da Wise Entertainment, responsável pela produção da série 100% latina “East Los High”, disponível na plataforma de VOD Hulu. O evento termina na sexta-feira (18/11). Confira a programação completa aqui.

Compartilhe

Deixe uma resposta