Flux Game e Skullfish vencem segunda edição do KOHQ

Guilherme MarianoNotíciasLeave a Comment

O concurso da Spcine que desafia os desenvolvedores de games a criar um jogo mobile a partir de uma história em quadrinhos anuncia seus dois vencedores.

São eles: Flux Game Studio, com o projeto baseado na HQ Calango, do quadrinista Cristiano Seixas; e Skullfish Studios, que fez uma adaptação do HQ Mayara & Annabelle, de Pablo Casado e Talles Rodrigues. As notas finais foram 64,5 e 64, respectivamente. Os game devs ganham R$ 70 mil para desenvolver os projetos. Já os quadrinistas, cuja obra serviu de inspiração, levam R$ 10 mil.

Os estúdios têm cinco meses para desenvolver o jogo.

Os outros três finalistas foram Gixer Game Studio, com a HQ Crônicas de Chordata; Esser App, com Boitatá Espacial; e Faunea Studios, com Angola Janga.

Confira as notas finais aqui.

Histórico

Com a primeira edição lançada em 2017, o concurso reuniu criadores dos games e das histórias em quadrinhos em torno de um objetivo comum: desenvolver um jogo para tablets e celulares a partir de uma HQ. No primeiro ano, o ganhador foi o projeto “Timo The Game”, da Webcore, com data de lançamento oficial em 31 de janeiro de 2019.

Na segunda edição, em 2018, foram 40 HQs inscritas e 14 propostas de games criadas a partir delas. O júri selecionou cinco projetos para a fase final. Os escolhidos tiveram um mês para desenvolver um protótipo de game baseado na HQ que escolheram.

Os representantes dos estúdios e ilustradores apresentaram seus projetos para o corpo de jurados em 15 de dezembro no Centro Cultural São Paulo, em evento aberto ao público.

Compartilhe

Deixe uma resposta