Evento de formação da Spcine reúne mais de 100 profissionais do audiovisual na plateia

Guilherme MarianoDestaque, Notícias0 Comments

Captação de áudio, mixagem de som, criação do próprio DCP, colorização digital, tecnologias de acessibilidade. Ao longo de três dias – entre 27 e 29/10 –, foram estes os temas que nortearam os workshops do Encontro Spcine, com a presença de mais de 100 profissionais do mercado na plateia.

O evento foi realizado durante a Expocine e contou com a presença de técnicos da área como o diretor de fotografia Lúcio Kodato e o sonoplasta Christian Melo.

“O balanço foi muito positivo. A resposta do público, além de ter superado as nossas expectativas, mostrou que podemos apoiar a iniciativa com maior regularidade”, analisa Thiago Taboada, gerente de políticas operacionais da Spcine e coordenador de produção do Encontro. “Até mesmo porque a tecnologia tem uma obsolescência muito grande e precisamos ficar atentos a qualquer movimento de mudança”, completa.

Um dos workshops mais concorridos foi o de Open DCP, ministrado no primeiro dia por Flávio Soares, pesquisador de tecnologias livres para vídeo, e Thiago de André, doutor em cinema digital pela USP (Universidade de São Paulo).

Para Rogério Zagallo, sócio-diretor da Oka Comunicações e um dos presentes na plateia, os dois passaram muita confiança. “O workshop serviu para tirar algumas dúvidas e me aprofundar no tema”, avalia. É a segunda vez que o produtor participa da apresentação. A primeira foi em junho deste ano, no Centro Cultural São Paulo, também sob coordenação da Spcine.

Já Diego Souza dos Santos, diretor e produtor executivo da Saravá Filmes, avaliou positivamente as palestras, sobretudo por tratarem de assuntos pouco discutidos no setor. “Meu propósito foi justamente de aprender, revisar e ver os novos caminhos”, resume.  

A Spcine promoveu, ao todo, quatro workshops teórico-práticos e um debate sobre tecnologias de acessibilidade no audiovisual. Neste último, com a participação de  André Mardouro, da Conteúdo Acessível, Guido Lemos, da Assista Tecnologia, e Solange Almeida, da Ktalise Tecnologias, além do secretário municipal da Pessoa com Deficiência, Cid Torquato.

A iniciativa representa um passo a frente na política de formação da Spcine, que já desenvolveu atividades em eventos como Kinoforum, BrLab e o Festival Entretodos. Outra ação representativa é a do Sampa Cine Tec, que deu oportunidade para que mais de 70 jovens, a maior parte residente em bairros da periferia de São Paulo, tivessem experiências práticas em empresas do mercado audiovisual.

“A formação técnica possui uma importância fundamental para profissionais que estão tanto no início da carreira como aqueles que buscam atualização constante. Queremos ver esses dois públicos juntos usufruindo dos conteúdos que vamos compartilhar ao longo dos três dias de evento”, afirma Carol Narchi, assessora de formação da Spcine.

Os vídeos com a íntegra das oficinas serão disponibilizados ao longo da próxima semana no canal da Spcine no YouTube.

Compartilhe

Deixe uma resposta