Estreias Spcine 2017: filmes e games que chegam ao mercado neste ano

spcineDestaque, Notícias1 Comment

Em 2016, a Spcine lançou sete editais, contemplando diversos segmentos do audiovisual e projetos em vários estágios de desenvolvimento. Foram games, longas e curtas-metragens. Neste ano, grande parte dessas obras chega ao público.

O Programa de Investimento, parceria entre a Spcine e o Brasil de Todas as Telas, lançou quatro linhas de ação no ano passado. No primeiro semestre, cinco filmes estreiam nas salas de cinema.

 

Um casamento 


Codistribuição Spcine (Linha 2)
Lançamento: Maio de 2017
Direção: Monica Simões
Um casamento que aconteceu na década de 50, em Salvador, Bahia. A narrativa se constrói através do confronto de memórias. A memória subjetiva, composta pelas lembranças de Maria Moniz, a noiva e de sua filha Mônica Simões, com a memória concreta representada pelos filmes de arquivo, fotografias, documentos e a casa da família.

 

Com os Punhos Cerrados

Codistribuição Spcine (Linha 3)
Lançamento: Março de 2017
Direção: Ricardo Pretti, Luiz Pretti e Pedro Diógenes.
Eugenio, Joaquim e João são três jovens que, através de uma rádio clandestina, lutam pela liberdade e planejam a revolução, invadindo as transmissões das rádios de Fortaleza e atacando a base constitutiva da sociedade burguesa. Incomodando os poderosos suas vidas passam a correr risco.

 

Estopô Balaio

Codistribuição Spcine (Linha 3)
Lançamento: Março de 2017
Direção: Cristiano Burlan
O filme narra o trabalho e atuação do Coletivo Estopô Balaio, grupo teatral que há cinco anos desenvolve processos artísticos, a partir das experiências dos moradores do Jardim Romano, bairro da capital paulista, com as águas das enchentes que assolam o lugar durante dez anos.

 

Eu Te Levo

Codistribuição Spcine (Linha 2)
Lançamento: Março de 2017
Direção: Marcelo Muller
O filme percorre a vida de Rogério, um sujeito calado que ainda mora com a mãe, Marta, em Jundiaí, uma cidade industrial do interior de São Paulo. Seu pai acaba de falecer, e Rogério é obrigado a cuidar da loja da família, embora não saiba realmente o que quer fazer da sua vida. Meio perdido, ainda de luto, acredita que a solução para os seus problemas seja ir atrás de um velho sonho de infância: ser bombeiro. Enquanto cursa, escondido, uma escola preparatória para os exames do concurso da corporação, as viagens diárias entre Jundiaí e São Paulo o aproximam cada vez mais de Cris, seu vizinho, que vive uma crise parecida com a dele. Entre mentiras, falta de comunicação e muitas dúvidas, Rogério luta para amadurecer.

 

Por trás do céu

Codistribuição Spcine (Linha 2)
Lançamento: Abril de 2017
Direção: Caio Sóh
Aparecida e Edivaldo são um casal sem ambições e de extrema humildade, tudo o que eles têm é uma casa e um jumento. Marcados pela violência de um coronel e impedidos de traçar outros caminhos eles descobrem o que tem por trás do céu.

 

GAMES

Em dezembro passado, a Spcine divulgou os contemplados no Edital de Games, que destinou R$ 1,8 milhões para novos jogos de estúdios e desenvolvedores independentes.  Até julho deste ano, alguns títulos começam a chegar ao mercado.

 

Conto Urbano

Proponente: Allan Smith
Em “Conto Urbano” você assume o papel de líder em um movimento contra o governo de seu país, encarregado de fortalecer a causa aumentando o número de seguidores, criando alianças com outros grupos, arrecadando fundos para viabilizar ações como protestos e finalmente criar pressão política para alterar o rumo da nação.

 

 

Diana
Proponente: Bruno Araújo
Em estilo adventure e ambientado em São Paulo no ano de 1984. A trama gira em torno de Diana, uma mulher transexual que está desaparecida, e sua relação com os homens mais importantes em sua vida.

 

 

Edifício Maia
Proponente: 
Fernando Silva
No game o jogador precisa gerenciar a ocupação de um prédio abandonado com objetivo de transforma-lo em uma moradia coletiva sustentável.

 

 

Eroica Atlas

Proponente: Rodrigo Esper
O game é um Roguelike investigativo cyberpunk, onde os jogadores assumem o papel de jornalistas infiltrados buscando resolver vários dilemas de uma cidade que vive uma crise política. Sete versões descartadas e uma dezena de pesquisas diferentes até chegar a esse formato.

 

 

Focus

Proponente: Paulo Estevão Biagioni.
Um game casual de ação/aventura onde o jogador precisa manter o foco para enxergar e explorar melhor o interior astral, numa jornada de autodescoberta. Seguindo a ligeira chama prateada Focus, o jogo imerge e explora o universo astral comandando por animais místicos para reparar a Torre Vital.

 

Fluffy Horde


Proponente: Glauber RIbeiro Barreto
No jogo você precisa estrategicamente usar seu exército para conter a população de coelhos fofos que querem invadir seu reino.

 

 

Infinito Transparente

Proponente: Andrey Moritz
O game acompanha Sabrina, uma jovem que busca descobrir a verdade sobre sua irmã Liliana, oferecida como “sacrifício” para garantir o bom funcionamento do sistema que sustenta a cidade mágica na qual vivem.

 

 

White Lie

Proponente: Gabriel de Lima Carioca
O jogo de aventura com foco em uma narrativa imersiva e emocional, explorando e descobrindo a verdade por trás da vida de Greg (um coelho de pelúcia), o tempo que passou com Emma (sua dona) e todas as experiências que levaram ao ponto de início do jogo.

 

Dodgeball Academia

Estúdio: Pocket Trap.
Em “Dodgeball Academia” o jogador é um aluno novato da Escola de Queimada, e o sonho é se tornar o melhor e mais popular jogador de queimada da história da escola. O jogo mescla os gêneros de Esporte, Ação e RPG com ênfase em narrativa e elementos sociais de jogos clássicos como Harvest Moon e Persona.

 

 

Relic Hunters Nemesis
Estúdio: Rogue SnailRelic Hunters Nemesis – Shooter-Looter (jogo de ação com ênfase no upgrade de equipamento) online com estética de desenho animado. Combinada sistemas de RPG e combate de ação. É a continuação de Relic Hunters Zero.

 

 

Distortions


Estúdio: ThiagoGirello
Jogo de realismo-fantástico, sobre a superação de experiências passadas, sobretudo relacionamentos. A protagonista sofre um acidente de carro e acorda em um mundo surreal, onde deve utilizar seu violino para afetar o ambiente de maneiras surpreendentes.

 

 

Mana Spark


Estúdio: Kishimoto Studios
O RPG de ação em estilo pixel art, com combates bem elaborados e uma inteligência artificial que estimula os inimigos a trabalharem juntos, exigindo dedicação e timing do jogador.

 

Black Iris


Estúdio: Hexa Game Studio
RPG de ação inspirado em Dark Souls, The Witcher e Devil May Cry. Iris é a protagonista do game, frágil e sem memórias em um mundo caótico dominado por demônios e monstros onde seu único objetivo é sobreviver para recuperar suas memórias e descobrir a razão de sua existência.

 

No Heroes Here
Estúdio: Studio ZYX
Criado em plataforma e ação 2D, com mecânicas semelhantes a Lovers In A Dangerous Spacetime e Overcooked. o jogador deve defender o reino de Noobland de ataques-surpresa, produzindo munição e utilizando os canhões do castelo.

 

Tameless / Indomável
Estúdio: Garage 227 Studios
Um game de ação e aventura em Terceira Pessoa, com foco em cooperação. Em um mundo dividido pelo preconceito, onde cada tipo de animal representa uma “raça”, 4 heróis lutarão pela liberdade e união dos povos, enfrentando inimigos poderosos em busca de 4 itens lendários.

 

 

Aritana e A Flecha Fantasma
Estúdio: Duaik Entretenimento LTDA
Jogo de ação e exploração em terceira pessoa, baseado na cultura indígena brasileira. Continuação do game “Aritana e a Pena de Harpia”, um dos primeiros games brasileiros a ser lançado no Xbox 360.

 

Compartilhe

One Comment on “Estreias Spcine 2017: filmes e games que chegam ao mercado neste ano”

Deixe uma resposta