É Tudo Verdade anuncia programação e sessões no Circuito Spcine

Guilherme MarianoAgenda, Notícias0 Comments

De 19 a 30 de abril, o melhor do cinema documentário brasileiro e internacional ocupa as telas do Rio de Janeiro e de São Paulo no É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários. Assim como na edição anterior, o Circuito Spcine promove sessões do evento no Centro Cultural São Paulo e na Biblioteca Roberto Santos.

A lista traz 82 títulos de 30 países. Entre os destaques estão “Cidade de Fantasmas”, do diretor Matthew Heineman, que acompanha a vida de jornalistas que se arriscam para registrar as atrocidades do Estado Islâmico; “A Terceira Margem”, de Fabian Remy, sobre um homem branco criado na tribo dos índios Caiapó; “Mexeu Com Uma, Mexeu Com Todas”, da cineasta Sandra Werneck, que reúne depoimentos de mulheres vítimas de abuso sexual, e “Permanecer Vivo – Um Método”, no qual o roqueiro Iggy Pop compartilha alguns de seus desafios pessoais.

A programação ainda contempla uma retrospectiva de filmes que recuperam a história da União Soviética e uma mostra com produções do cineasta e poeta Sergio Muniz. Os cineastas Alexandre O. Philippe, Andrea Tonacci, Bill Morrison, Jean Rouch, João Moreira Salles e Raed Andoni também ganham homenagens especiais. Todas as sessões são gratuitas. Confira mais informações no site do Festival.

Fundado e dirigido pelo crítico Amir Labaki, a 22ª edição do É Tudo Verdade é um copatrocínio da Spcine. “É um alento que seja tão vigorosa a produção de documentários nestes dias de ‘fatos alternativos’ e ‘fakenews’”, comenta o fundador e diretor do festival, Amir Labaki. “Contra a confusão que desumaniza, nada melhor do que o olhar original sobre a realidade de um cineasta com sua câmera. É por meio deles que o É Tudo Verdade espelha o mundo”.

 

Compartilhe

Deixe uma resposta