Confira nossas iniciativas

SpcineNotíciasLeave a Comment

 

Em 17 de março, a Prefeitura de São Paulo decretou estado de emergência na cidade através de um decreto que limitou diversas atividades com o objetivo de evitar aglomerações e combater a rápida expansão do vírus Covid-19.

Dentre as determinações do decreto foi colocado a imediata suspensão de filmagens em espaços públicos da cidade. A São Paulo Film Commission revogou 39 autorizações de filmagens que estavam em andamento no município naquele momento. Apesar do impacto negativo repentino no setor, tal medida se fez necessária para salvar vidas.

Com o mesmo intuito de evitar aglomerações, a Spcine fechou suas 20 salas de cinema do Circuito Spcine e paralisou as exibições e debates dos Cineclubes Spcine. A partir da mesma data todos os funcionários da empresa iniciaram seus trabalhos em home office, porém sem prejuízo algum ao andamento de suas tarefas.

O curso de formação dos 30 alunos agentes cineclubistas não foi interrompido, foi adaptado para seguir remotamente. Os alunos avaliaram a nova forma de ensino adequada e não houve desistências.

Ainda na área de formação, a Spcine inicia uma parceria online com o Projeto Paradiso (Instituto Olga Rabinovich) que vai reunir masterclasses e workshops sobre roteiro, direção, produção e distribuição de forma gratuita. O primeiro ciclo será sobre roteiro com uma masterclass online, no dia 29 de abril, às 17h, ministrada pela roteirista e diretora Nina Kopko, diretora assistente dos longas “A Vida Invisível”, de Karim. Serão disponibilizadas 80 vagas para esta masterclass e as inscrições podem ser feitas até o dia 27

Para que a população continuasse a ter acesso a conteúdos audiovisuais de qualidade, a plataforma de streaming Spcine Play (única pública do país e com sinal aberto para todo o território brasileiro) liberou todo o seu catálogo gratuitamente por 30 dias e ampliou o leque de títulos da plataforma, que agora passa a contar com aproximadamente 250 produções. Atualmente, está em estudo a extensão desta gratuidade para seguir até o final do ano de 2020.

Em relação à area de DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, foi prorrogado o prazo para as inscrições do edital de Produção de Longas-Metragens (Start Money), que seria encerrado em 06 de abril de 2020, para até o dia 21 de maio deste ano. Esta medida teve o objetivo de mitigar possíveis prejuízos aos proponentes em virtude do cenário de paralisações e problemas decorrentes da pandemia do novo coronavírus. Os próximos editais estão sendo adaptados para a nova realidade do setor nesta situação de pandemia e quarentena.

Já na área EVENTOS, uma medida importante a ser pontuada é que, apesar da pandemia da COVID – 19, não houve alteração em relação ao valor já pactuado para patrocínio de cerca de 30 eventos, entre Festivais, Mostras, Mercados, Eventos de Formação e Capacitação. A medida foi adotada com base em metodologia desenvolvida pelo setor de GESTÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS da Spcine para determinar valores e contrapartidas, bem como os recursos necessários para a manutenção do apoio destas atividades, sempre com foco na expansão das ações para a periferia da cidade.

Pensando no aquecimento a curto prazo do setor e em contribuir com a Ancine no passivo de prestações de contas do FSA, a Spcine encaminhou dois ofícios para todos os integrantes do Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual propondo um novo procedimento de repasses dos recursos destinados ao arranjo regional, na tentativa de solucionar a grave paralisação de financiamento das produções, incluindo aquelas que já foram contempladas nos editais lançados e esperam o aporte do fsa desde 2019″. Até o momento não tivemos resposta.

O OBSERVATÓRIO da Spcine continua elaborando pesquisas relevantes para compreender a real dimensão do setor audiovisual na cidade de São Paulo e em todo Brasil. Atualmente, está em andamento pesquisa sobre o audiovisual paulistano em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho e o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE).

Importante ressaltar também que, apesar da suspensão das filmagens na cidade, a SP FILM COMMISSION segue trabalhando na elaboração da política de atração de filmagem estrangeiras e brasileiras na cidade, por meio de cash rebate. Em breve, a primeira versão do edital de cash rebate será publicada para consulta pública. Desta forma, todos poderão participar na construção, de forma transparente e democrática, deste projeto tão importante para o setor audiovisual e econômico de país.
Além disso, a Film Commission estuda um procedimento padrão para as equipes de filmagem adotarem nos sets assim que as atividades voltarem a ser permitidas pela prefeitura. A equipe está aberta para receber sugestões, dúvidas e críticas pelo e-mail filmesp@spcine.com.br.

A Spcine segue dialogando com vários seguimentos do audiovisual, para fazer um diagnóstico e compreender a melhor forma possível de atender esses profissionais neste momento de crise. A empresa entende que toda a sociedade teve um impacto muito grande , principalmente do ponto de vista empregatício. E é neste sentido que a Spcine estuda mais ações específicas para o setor audiovisual paulistano que ela deve divulgar em breve. O foco principal será dar estrutura para os que foram mais fortemente prejudicados, o trabalhador periférico.

Compartilhe

Deixe uma resposta