Spcine apresenta ações da São Paulo Film Commission no RioContentMarket

Guilherme MarianoDestaque, Notícias, SP Film Commission0 Comments

Entre os dias 8 e 10 de março, a Spcine marca presença no RioContentMarket, que permanece sediado no Windsor Barra, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

É o terceiro ano consecutivo que a empresa paulista participa do evento considerado a maior janela de negociações do mercado audiovisual na América Latina.

O objetivo é mostrar um panorama do trabalho da São Paulo Film Commission, do decreto que deu início a sua atuação, em março de 2016, até os dias de hoje.

Além de um estande, localizado no saguão principal, a Spcine tem um painel programado para dia 8/3, às 11h15, na sala 2, com apresentação de Mauricio Andrade Ramos, diretor-presidente da empresa.

O que a Film Commission vem contribuindo para o setor, seu impacto em termos econômicos, além dos resultados de outros programas da empresa paulista, como o circuito de salas públicas de cinema, são algumas das pautas.

 

São Paulo é cenário

A grande novidade será o lançamento do aplicativo da São Paulo Film Commission para celulares e tablets (com sistemas Android e iOS).

Com o dispositivo, que será gratuito, os produtores poderão acessar um acervo com diversas locações da capital paulista. Parques, praças, teatros, museus, equipamentos ligados à Prefeitura de São Paulo são alguns dos espaços que constarão no banco de dados.

Pra facilitar ainda mais a pesquisa, o app será georreferenciado, dando a opção pela procura a partir de um bairro ou de uma região específica.

 

RioContentMarket 2017

Como já é tradição do encontro, durante os três dias de evento, um time de keynote speakers internacionais apresentará cases e suas experiências no mercado audiovisual. Entre os nomes desse ano estão Jarl Emsell Larsen, criador da premiada série escandinava ‘Øyevitne’ (‘Eyewitness’, na versão americana); Alex Hirsch, responsável pela animação ‘Gravity Falls’; John Dahl, vencedor do Emmy e vice-presidente e produtor executivo de conteúdo original da ESPN; Michelle Satter, diretora do programa de longas-metragens do Sundance Institute, e Perla Farias, vice-presidente-sênior de desenvolvimento de roteiros da Telemundo Studios.

A programação também conta com encontros e entrevistas com representantes de grupos internacionais como Netflix, Hulu, Vimeo e dos canais CBeebies (BBC), AMC e Canal+. Haverá ainda executivos de grupos multinacionais com foco em conteúdo para a programação dos canais locais, entre eles Viacom, HBO, Discovery, A&E, Sony, FOX e Turner.

Autoridades brasileiras do setor audiovisual são esperadas em debates sobre as políticas para o segmento. Entre os temas a serem abordados no evento estão as possibilidades para a produção independente nas TVs regionais e o audiovisual em língua portuguesa.

O RCM é realizado desde 2011 e por ele já passaram mais 17 mil participantes, entre executivos, produtores e profissionais da indústria audiovisual de 36 países.

Compartilhe

Deixe uma resposta